Rosinha e Anthony Garotinho: casal de políticos evangélicos são condenados e Rosinha perde mandato de prefeita O casal evangélico Anthony Garotinho e Rosinha voltaram a se envolver em problemas com a Justiça. A ex-governadora do Rio de Janeiro e que ocupava o cargo de Prefeita da cidade de Campos (RJ) teve seu mandato cassado nessa quarta-feira, 28/09 pela Justiça Eleitoral. A ação foi movida ela pelo ex-candidato à Prefeitura de Campos, Arnaldo França Vianna e foi baseada na denúncia por abuso de poder econômico na campanha de 2008.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A Justiça ordenou que Rosinha desocupasse o cargo imediatamente, porém a agora ex-prefeita afirmou em um discurso inflamado, feito em cima de um trio elétrico na frente da prefeitura, que não deixaria o cargo. “Só saio presa”, afirmou Rosinha. A manifestação contou com a presença de simpatizantes e servidores públicos que a apóiam. A defesa de Rosinha tem até três dias para recorrer da sentença.
A decisão deixa Rosinha Garotinho inelegível por três anos, porém, Rosinha continua com direito a se candidatar nas próximas eleições, pois a decisão da Justiça é retroativa a 2008. Esta medida atinge também o deputado federal Anthony Garotinho, marido de Rosinha. Em 2010, Garotiinho obteve a maior votação do Estado do RJ e foi eleito com quase 700 mil votos.
Garotinho disse em seu blog que ‘a sentença foi encomenda’ de adversários políticos. O PR, partido que o casal Garotinho é filiado, afirmou em nota assistir ao fato “com perplexidade e apreensão” e afirmou que a decisão da Justiça Eleitoral foi tomada num “nebuloso julgamento”. O irmão de Anthony Garotinho, Nelson Nahim (PR), é Presidente da Câmara Municipal de Campos e recebeu a notificação da Justiça de que deveria assumir a prefeitura da cidade interinamente, mas ele se recusou.
A juíza Gracia Cristina Moreira do Rosário, afirma na sentença que Rosinha e o vice-prefeito, Dr. Chicão foram “beneficiados por propaganda eleitoral irregular veiculada em meio de comunicação do grupo O Diário”, que é controlado por Anthony Garotinho.
Clarissa Garotinho (PR), filha de Rosinha e Deputada Estadual, usou o plenário da Assembleia Legislativa do Rio para manifestar repúdio à decisão da Justiça e atacou o Governador Sérgio Cabral (PMDB) e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Luiz Zveiter. Segundo Clarissa, o governador pressiona Zveiter que por sua vez, se deixa influenciar.
O casal Anthony e Rosinha Garotinho são evangélicos e membros da Igreja Presbiteriana. Anthony Garotinho foi candidato a Presidente da República em 2002, mas não conseguiu ser eleito. Naquele ano, Luís Inácio Lula da Silva venceu as eleições para o cargo.
Fonte: Gospel+

postagem

0 comentarios de amigos:

Postar um comentário

Obrigado por comentar,
Atenção: caso este link de download não esteja disponível nos avise neste post que iremos providenciar assim que possível.

Deus abençoe