Igreja Metodista promove presépio gay e é atacada nos EUA

Uma representação “não convencional” da cena de Natal colocada em frente de uma  igreja em Claremont, Califórnia,  foi parcialmente destruída esta semana. A Igreja Metodista Unida de Claremont já tornou uma tradição fazer presépios com mensagens sociais ou políticas.

Alguns anos atrás, incluiu no presépio uma cena de guerra no Oriente Médio, em outra ocasião colocou a mãe e o bebê na prisão. Uma de suas cenas natalinas fazia uma representação dos imigrantes que lutam para passar ilegalmente a fronteira EUA /México.

Um ano, a natividade descrevia uma família sem-teto. A cena provocou uma efusão improvisada de dar, com os membros da congregação deixando doações de alimentos, roupas e dinheiro.

A deste ano retratava três casais sob a estrela e a mensagem “Cristo nasceu”. O detalhe é que a obra do artista John Zachary mostrava dois casais gays.

As caixas de madeira com iluminação interna mostravam a silhueta de três casais de mãos dadas: um homem e uma mulher, duas mulheres e dois homens.

Na noite do dia 24, alguém derrubou os dois casais de gays e deixou o pé apenas o casal heterossexual. A polícia está tratando do caso como “crime de ódio” contra a comunidade gay, mas nenhum suspeito foi identificado ainda.

“O nascimento de Cristo em um estábulo tem muito a ver com a pobreza e a marginalização”, disse o pastor Sharon Rhodes-Wickett. ”O que nossa igreja está tentando fazer através dessas cenas é dizer: ‘Como seria isso hoje?’”.

Em 1993, a igreja tomou a decisão de ser uma “congregação inclusiva” que acolhe membros gays, lésbicas e transgêneros. A representação deste ano natividade queria transmitir essa mensagem à comunidade.

Ed Kania, 60, um membro da igreja que se identifica como gay, chamou o ato de “vandalismo retrógrado” especialmente porque Claremont é conhecida por ser uma cidade universitária progressista.

“É um lembrete de que, embora muitos já nos aceitem, nem todos nos respeitam”, disse ele. ”Estamos todos desapontados, mas estamos usando isso como um ponto de encontro.”

Os membros da igreja e simpatizantes de outras organizações religiosas fizeram uma vigília no local para interceder pelas minorias perseguidas.

fonte gospel prime Traduzido e adaptado por Gospel Prime de LA Times
                                 
                                                                   
                                 
                                 
                                

                           
postagem

0 comentarios de amigos:

Postar um comentário

Obrigado por comentar,
Atenção: caso este link de download não esteja disponível nos avise neste post que iremos providenciar assim que possível.

Deus abençoe